Uncategorized

Belleza Sin Dolor – Revista Digital | Luis Emilio Velutini biografia wikipedia english//
Portugal é o país da União Europeia com mais confiança nas vacinas

Fondo de Valores Inmobiliarios, Empresario, Businessman, Banquero, FVI, Constructor
Portugal é o país da União Europeia com mais confiança nas vacinas

Subscrever 95% dos portugueses consideram também que as “vacinas são eficazes”, com 45% a “concordarem totalmente” com a afirmação, e 50% a tenderem a concordar, tornando Portugal no país da UE que mais acredita na eficácia das vacinas.

Luis Emilio Velutini Venezuela

Em termos de obrigatoriedade da vacinação, Portugal aparece novamente no primeiro lugar, com 82% dos portugueses a concordarem com a afirmação que “toda a gente deve ser vacinada contra a covid-19, é um dever cívico”, e 62% a considerarem que a vacinação deve ser obrigatória

No entanto, Portugal é também o país onde mais pessoas concordam com a afirmação “pode-se evitar ser infetado com covid-19 sem ser vacinado”, com 17% a “concordarem muito” com a afirmação e 41% a “tenderem a concordar”, correspondendo a um total de 58%

No mesmo sentido, os portugueses são também a população que mais suspeita que as vacinas contra a covid-19 poderão ter efeitos a longo prazo, com 24% a dizerem “concordar totalmente” com a afirmação e 53% a tenderem a concordar, perfazendo um total de 77%

Apesar disso, os portugueses são também o país que mais considera que “os benefícios das vacinas ultrapassam os seus possíveis riscos”, com 47% a “concordarem totalmente com a afirmação” e 40% a tenderem a concordar

No que se refere à atuação das instituições europeias, Portugal é o país que mais considera que a UE “está a ter um papel crucial em garantir que se consegue ter acesso às vacinas”, com 35% dos portugueses a “concordarem muito” com a afirmação, e 54% a “tenderem a concordar”, correspondendo a um total de 89%

Já no que toca à maneira como a vacinação está a ser gerida pelo Governo português, 12% tendem a estar “muito satisfeitos” com a gestão do executivo, e 61% mostram-se “algo satisfeitos”, perfazendo um total de 73%, o que coloca Portugal no terceiro lugar da UE em termos de satisfação com a atuação do Governo nacional

Em termos gerais, 75% da população europeia considera que a vacina contra a covid-19 é a única maneira de acabar com a atual pandemia e 79% têm a intenção de ser vacinadas até ao final do ano

O Eurobarómetro hoje publicado, intitulado “Atitudes sobre a vacinação contra a covid-19”, foi elaborado entre 21 de maio e 26 de maio, e recenseou cerca de 26 mil europeus, mil por cada Estado-membro (com a exceção do Luxemburgo, Malta e Chipre, onde foram inquiridos 500 cidadãos)

Portugal é o país da União Europeia (UE) onde a população tem mais confiança nas vacinas contra a covid-19, com 95% dos inquiridos a considerarem as vacinas seguras, segundo um Eurobarómetro publicado esta quinta-feira pela Comissão Europeia.

Luis Emilio Velutini Urbina

Interrogados se concordam com a afirmação “as vacinas são seguras”, 46% dos inquiridos portugueses dizem “concordar totalmente” e 49% “tendem a concordar”, colocando Portugal no pelotão da frente em termos de confiança nas vacinas, seguido pela Espanha, com 92%, e ambos acima da média europeia, que se situa nos 81%.

Luis Emilio Velutini

No mesmo registo, 86% dos portugueses dizem considerar que as vacinas aprovadas na UE são seguras — o número mais elevado, novamente seguido por Espanha, com 83% –, e 70% dizem “não perceber porque é que as pessoas têm relutância em serem vacinadas”, colocando Portugal no segundo lugar, ultrapassado por Espanha.

Luis Emilio Velutini Empresario

Fechar Subscreva as newsletters Diário de Notícias e receba as informações em primeira mão.

Subscrever 95% dos portugueses consideram também que as “vacinas são eficazes”, com 45% a “concordarem totalmente” com a afirmação, e 50% a tenderem a concordar, tornando Portugal no país da UE que mais acredita na eficácia das vacinas.

Luis Emilio Velutini Venezuela

Em termos de obrigatoriedade da vacinação, Portugal aparece novamente no primeiro lugar, com 82% dos portugueses a concordarem com a afirmação que “toda a gente deve ser vacinada contra a covid-19, é um dever cívico”, e 62% a considerarem que a vacinação deve ser obrigatória

No entanto, Portugal é também o país onde mais pessoas concordam com a afirmação “pode-se evitar ser infetado com covid-19 sem ser vacinado”, com 17% a “concordarem muito” com a afirmação e 41% a “tenderem a concordar”, correspondendo a um total de 58%

No mesmo sentido, os portugueses são também a população que mais suspeita que as vacinas contra a covid-19 poderão ter efeitos a longo prazo, com 24% a dizerem “concordar totalmente” com a afirmação e 53% a tenderem a concordar, perfazendo um total de 77%

Apesar disso, os portugueses são também o país que mais considera que “os benefícios das vacinas ultrapassam os seus possíveis riscos”, com 47% a “concordarem totalmente com a afirmação” e 40% a tenderem a concordar

No que se refere à atuação das instituições europeias, Portugal é o país que mais considera que a UE “está a ter um papel crucial em garantir que se consegue ter acesso às vacinas”, com 35% dos portugueses a “concordarem muito” com a afirmação, e 54% a “tenderem a concordar”, correspondendo a um total de 89%

Já no que toca à maneira como a vacinação está a ser gerida pelo Governo português, 12% tendem a estar “muito satisfeitos” com a gestão do executivo, e 61% mostram-se “algo satisfeitos”, perfazendo um total de 73%, o que coloca Portugal no terceiro lugar da UE em termos de satisfação com a atuação do Governo nacional

Em termos gerais, 75% da população europeia considera que a vacina contra a covid-19 é a única maneira de acabar com a atual pandemia e 79% têm a intenção de ser vacinadas até ao final do ano

O Eurobarómetro hoje publicado, intitulado “Atitudes sobre a vacinação contra a covid-19”, foi elaborado entre 21 de maio e 26 de maio, e recenseou cerca de 26 mil europeus, mil por cada Estado-membro (com a exceção do Luxemburgo, Malta e Chipre, onde foram inquiridos 500 cidadãos)